COVID-19

Informações sobre a COVID-19: Testes e Dúvidas Frequentes

Laboratório Maricondi

ORIENTAÇÕES PARA REALIZAR EXAMES PARA COVID-19

Há 2 tipos de testes que estão disponíveis para a COVID-19:

  • Testes que detectam o vírus: são os de biologia molecular (RT-PCR), e
  • Testes que pesquisam os anticorpos que o organismo produz contra o vírus. Esses anticorpos são de dois tipos, IgM e IgG.

Entendendo:

1. O teste que detecta o vírus (RT-PCR) é usado se você tem sintomas semelhantes à gripe. Ele dirá se a infecção é atual, ou seja, se você foi contaminado pelo coronavírus, mas ATENÇÃO, se ele der negativo não significa que você não tenha a COVID-19, pois algumas vezes a coleta da amostra não consegue obter uma quantidade de vírus que positive o teste. Portanto, neste caso, você deve procurar orientação médica, pois ou você repete o teste molecular ou você não tem COVID-19 e seus sintomas são devidos a uma outra causa.

2. O teste que pesquisam anticorpos (IgM e IgG) deve ser realizado quando você tem sintomas e quer fazer esse teste junto com o teste molecular para aumentar a chance de identificar a presença do coronavírus ou você não tem sintomas, essa é a grande aplicação desse teste, e deseja saber se você teve uma infecção anterior, mas que passou despercebida, ou seja, você não teve sintomas ou teve sintomas leves que não considerou.

Se você testar positivo para COVID-19 por um teste de biologia molecular (RT-PCR), você está com a COVID-19 e, portanto, medidas de proteção devem ser tomadas, onde o isolamento é necessário para você e para os outros. Assim, procure orientação de um profissional médico.

Se você testar positivo para anticorpos, saiba que se for o anticorpo IgM, ele aparece nas infecções recentes, mas, não se esqueça, existe a chance de ser uma IgM falso positiva, e esta é uma possibilidade dos testes de anticorpos. Portanto, isole-se, procure orientação médica e realize o teste que detecta o vírus (RT-PCR).

Se for positivo o anticorpo IgG, provavelmente você teve contato com o vírus previamente e, teoricamente, você está “protegido” da COVID-19. Entretanto, esteja ciente que neste caso também há a possibilidade de ser uma IgG falso positiva. Aguarde 14 dias e repita seu teste usando um teste de anticorpos de procedência diferente daquele que você fez. O Laboratório Maricondi pode orientar você sobre isso. Peça orientação.

Se os dois anticorpos (IgM e IgG) estiverem positivos, você pode estar em período de convalescença, ou seja, de recuperação da infecção, mesmo que não tenha sintomas. Se tiver sintomas, realize o teste de RT-PCR e procure orientação médica. Se estiver sem sintomas, aguarde 14 dias e repita seu teste usando um teste de anticorpos de procedência diferente daquele que você fez. O Laboratório Maricondi pode orientar você sobre isso. Peça orientação.

DÚVIDAS FREQUENTES

O que é o coronavírus (COVID-19)?

A doença do coronavírus (também chamada COVID-19) é uma doença respiratória causada por um novo tipo de vírus. Foi recentemente identificado em Wuhan, na China, e se espalhou globalmente. Há um número crescente de casos relatados no Brasil e se tornou uma emergência de saúde pública global.

Como e quando vou obter os resultados do meu teste da COVID-19?

Os resultados de seu teste estarão disponíveis na Internet, podendo você obtê-lo acessando o site do Laboratório Maricondi: www.labmaricondi.com.br

- Sorologia IgG/IgM por Teste Rápido (qualitativo): dentro de 24 horas;
- Sorologia IgG/IgM por Imunoensaio de Quimioluminescência – CLIA –(quantitativo): em até 48 horas;
- SARS-COV-2 por RT-PCR: em até 96 horas.

Estou em risco de contrair a COVID-19?

COVID-19 é muito contagiosa. O risco de contrair COVID-19 depende de muitos fatores, incluindo onde você mora, histórico recente de viagens e contato próximo com pessoas com sintomas. É importante cumprir todas as restrições de viagens locais e proteger-se da exposição se você estiver em uma cidade ou área onde a doença está se espalhando.

Como posso me proteger contra a COVID-19?

Atualmente, não existem vacinas para a COVID-19. A melhor maneira de se proteger é evitar situações nas quais você pode ser exposto ao vírus. As ações cotidianas podem ajudar a protegê-lo e impedir a propagação de doenças respiratórias, como a COVID-19.
• Evite contato próximo com pessoas doentes.
• Restrinja todas as atividades fora de sua casa e mantenha uma distância segura (cerca de 1,80 m) entre você e outras pessoas se a COVID-19 estiver se espalhando em sua comunidade. Isso inclui evitar áreas lotadas, shopping centers, reuniões religiosas, transporte público etc.
• Fique em casa quando estiver doente, a menos que esteja procurando atendimento médico.
• Limpe e desinfete os objetos e superfícies tocados com frequência (incluindo mesas, maçanetas, interruptores de luz, bancadas, pegas, mesas, telefones, teclados, banheiros, torneiras e pias).
• Lave as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos.
• Use um desinfetante para as mãos à base de álcool com pelo menos 60% de álcool, se sabão e água não estiverem disponíveis. Sempre lave as mãos com água e sabão se estiver visivelmente suja.
• Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

Quem está em alto risco de ter doença grave?

A maioria das pessoas tem sintomas leves. Casos graves podem exigir hospitalização e podem até ser fatais. Os casos graves têm maior probabilidade de ocorrer em adultos mais velhos (65 anos de idade ou mais), assim como mulheres grávidas, aquelas com sistema imunológico enfraquecido e pessoas com problemas de saúde subjacentes (como doença pulmonar ou asma moderada a grave, diabetes, obesidade, pressão alta, problemas cardíacos, doença renal ou em diálise, doença hepática, câncer, transplante, AIDS, lúpus e artrite reumatoide). No entanto, doenças graves também podem ocorrer em adultos mais jovens.

O que posso fazer para evitar a propagação da COVID-19?

Se você acredita ter COVID-19 ou ter um resultado positivo para COVID-19 e apresentar sintomas leves, as etapas a seguir podem ajudar a impedir que a doença se espalhe para outras pessoas:
• Ficar em casa.
• Fique em um quarto específico e longe de outras pessoas em sua casa.
• Restrinja as atividades fora de sua casa, exceto para obter assistência médica.
• Evite áreas públicas, incluindo trabalho e escola.
• Evite usar transporte público, compartilhamento de carona ou táxi.
• Se você estiver doente, use uma máscara quando estiver perto de outras pessoas.
• Cubra a boca e o nariz com um lenço de papel quando tossir ou espirrar e jogue fora os usados.
• Lave as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos.
• Lave as mãos especialmente depois de assoar o nariz, tossir, espirrar, ir ao banheiro ou antes de comer ou preparar alimentos.
• Se não houver água e sabão, use um desinfetante para as mãos à base de álcool que contenha pelo menos 60% de álcool.
• Evite tocar nos olhos, nariz, boca e outras pessoas com as mãos não lavadas.
• Não compartilhe pratos, xícaras, utensílios de cozinha, toalhas ou roupas de cama com outras pessoas ou animais de estimação.
• Depois de usar itens pessoais, eles devem ser lavados cuidadosamente com água e sabão.
• Limpe superfícies muito tocadas, como balcões, mesas, maçanetas, louças, banheiros, telefones, teclados, tablets e mesas de cabeceira.
• Limpe todas as superfícies que possam entrar em contato com fluidos corporais, sangue ou fezes.
• Use um spray para limpeza doméstica ou toalhetes.
• Remova e lave imediatamente roupas, roupas de cama com fluidos corporais, sangue ou fezes.

Quando devo procurar atendimento médico?

Se você acha que foi exposto, é importante monitorar de perto os sintomas. A maioria dos casos leves de COVID-19 desaparece dentro de 2 semanas sem tratamento. Procure atendimento médico imediatamente se você desenvolver sintomas graves, especialmente se tiver algum dos seguintes:
• Febre persistente (com duração superior a 48 horas) ou febre superior a 38,8 ºC.
• Falta de ar grave.
• Crises graves de tosse ou tosse com sangue.
• Dor ou pressão contínua no peito.
• Tontura ou fraqueza.
• Sentindo-se muito cansado ou apático.
• Fala arrastada ou convulsões.
• Coloque uma máscara antes de entrar em qualquer estabelecimento de saúde.

Alguém que eu estava por perto tem sintomas. Devo fazer o teste?

A maioria das pessoas tem sintomas leves. Casos graves podem exigir hospitalização e podem até ser fatais. Os casos graves têm maior probabilidade de ocorrer em adultos mais velhos (65 anos de idade ou mais), assim como mulheres grávidas, aquelas com sistema imunológico enfraquecido e pessoas com problemas de saúde subjacentes (como doença pulmonar ou asma moderada a grave, diabetes, obesidade, pressão alta, problemas cardíacos, doença renal ou em diálise, doença hepática, câncer, transplante, AIDS, lúpus e artrite reumatoide). No entanto, doenças graves também podem ocorrer em adultos mais jovens.

Devo fazer auto-quarentena ou me auto-isolar? Como funciona?

• Se você acha que foi exposto a COVID-19, é muito importante ficar em casa e limitar sua interação com outras pessoas em sua casa e em público.
• Se você não foi testado, mas pode ter sido exposto a COVID-19, recomenda-se a auto-quarentena para verificar se você terá sintomas.
• Se você testou positivo para COVID-19, o auto-isolamento é recomendado para que você não transmita o vírus a outras pessoas.
• Se você é um profissional de saúde que acredita que foi exposto diretamente durante o trabalho por um paciente, consulte seu local de trabalho para obter orientações específicas sobre saúde ocupacional, sobre ficar em casa ou continuar trabalhando. Você deve seguir as recomendações estabelecidas por seu empregador ou pelos órgãos de saúde.

Qual a diferença entre quarentena e isolamento?

Isolamento e quarentena são maneiras de limitar sua interação com outras pessoas para impedir a propagação da doença.
O isolamento está separando indivíduos com a COVID-19 de pessoas que não estão doentes. Os indivíduos são separados por um período até que não sejam mais infecciosos.
Quarentena está separando indivíduos que podem ter sido expostos a COVID-19, mas não foram testados. Eles são separados por um breve período (14 dias após uma possível exposição) para ver se eles desenvolvem sintomas.

Quando posso parar o isolamento em casa?

A decisão de interromper o isolamento doméstico de pacientes com a COVID-19 deve ser tomada caso a caso, em consulta com seu médico.
Consulte seu médico para discutir quando parar o isolamento em casa.

O que é um resultado falso negativo?

Às vezes, o teste pode mostrar um resultado negativo, mesmo se você estiver infectado com a COVID-19. Isso pode acontecer se:
• É muito cedo para o teste detectar o vírus.
• Possibilidade de algum interferente no seu sangue.
• Nenhum teste é 100% preciso.
• Se seus resultados forem negativos e você tiver sintomas, continue seguindo as precauções de isolamento e pergunte ao seu médico se você precisa repetir o teste.
• Se seus resultados forem negativos e você não tiver nenhum sintoma, continue monitorando os sintomas até 14 dias após sua última exposição possível.
• Um resultado falso negativo deve ser considerado se você teve uma exposição recente ao vírus, juntamente com sintomas consistentes com a COVID-19. A possibilidade de um resultado falso negativo deve ser especialmente considerada se sua exposição ou sintomas recentes sugerirem que a COVID-19 é provável e os testes de diagnóstico para outras doenças respiratórias forem negativos.

O que é um teste falso positivo?

Às vezes, esse teste pode mostrar um resultado positivo, mesmo se você não estiver infectado pela COVID-19. Isso pode acontecer devido a reações cruzadas do teste, onde há vários fatores para isso. Esses testes foram projetados para minimizar os resultados positivos falsos, entretanto, eles são possíveis. Se você estiver preocupado com a precisão dos seus resultados, pergunte ao seu médico se há necessidade de repetir o teste.

Agendamentos

WhatsApp
(16) 98211-0225

Recepcionista
(16) 2107-0123

certificados
WhatsApp Laboratório Maricondi